Textos
DEVEMOS DIZER SIM OU NÃO AOS NOSSOS FILHOS?
   SIM ou NÃO, não importa. O importante é que qualquer um dos dois seja dito com amor, na hora e na medida certas.
    O amor não pede apenas sim. Algumas vezes se faz necessário dizer não. Os pais podem e devem negar algo a seus filhos pois é preciso que eles percebam que a vida não é feita apenas de “sins”
     Ao educar seus filhos os pais estão formando  pessoas para o mundo e formando as suas personalidades e o seu caráter. O primeiro grupo do qual o indivíduo faz parte é a família. Se esta, desde cedo não ensinar seus filhos a receberem um NÂO, o que será deles quando se depararem com tantos outros que a vida lhes oferecer?
    Ao crescerem, os filhos irão ingressar em outros grupos, nos quais terá que conviver não só com “SINS” mas também com “ NÃOS” .O principal destes, por certo, é a escola, onde as crianças estão ingressando cada vez mais cedo, em conseqüência de uma sociedade onde as mães buscam o mercado de trabalho.
     A escola deve ter a intenção de manter uma ordem e organização para maior segurança das crianças. Sendo assim deve estabelecer normas ou regras as quais deverão ser seguidas por elas, e que com certeza não garantirão o SIM para todos os seus atos.
    No decorrer de suas vidas, passando da infância para a adolescência,quando não mais poderão ter certas atitudes e assumir determinadas posturas que antes lhes eram permitidas, mais uma vez estará frente a vários “NÃOS” aos quais deverão se adaptar.
    Se um adolescente tiver tido pais que sempre lhe disseram SIM para todos os seus atos, que tipo de adulto ele poderá ser? Certamente, irá se sentir revoltado e injustiçado quando a mínima coisa lhe for negada ou proibida.
    Não venho aqui aconselhar os pais a dizerem NÃO para tudo, nem a castrarem seus filhos de todas as atitudes que não forem compatíveis com as suas idéias. Ao contrário, aconselho-os a ouvi-los, a levarem a sério suas opiniões,  respeitarem suas maneiras de sentir, pensar e agir. Por fim, a serem seus melhores amigos.
     Mas, ser amigo é também mostrar-lhes o certo e o errado, as conseqüências de seus atos, os perigos e as armadilhas da vida e pra isso será necessário por algumas vezes dizer NÃO. Isso serve para colocar limites e estabelecer regras que os tornarão adultos conscientes e capazes de conviver em grupo de forma adequada e participativa.
   Portanto pais, não se sintam constrangidos ao dizer NÃO a seus filhos, mas também nunca o façam sem pensar. O NÃO pelo NÃO sem motivo real , apenas para mostrar autoridade, em nada o ajudará a crescer e pode ser mais prejudicial que o SIM.
  Quando dizer NÂO for necessário, diga-o sem culpa, mas sempre usando argumentos convincentes e explicando o porquê desta negativa. Ao negar-lhes algo, faça com que percebam esta atitude como um ato de amor de alguém que só quer o melhor para suas vidas e que tenta sempre guiar os seus passos para um caminho mais seguro e feliz.
Assim, estarão formando cidadãos preparados para as dificuldades e que saberão tirar dos obstáculos, ensinamentos para a sua vida.
   Num futuro bem próximo, quando estiverem com a sua personalidade formada e forem portadores de uma conduta correta, condizente com aquilo que a sociedade espera deles, terão a capacidade de compreender, quão necesários foram os Nãos que receberam dos seus pais. Por certo serão pessoas centradas, capazes de saber diferenciar o que é certo ou errado para suas vidas.



Livia Chamusca
Enviado por Livia Chamusca em 06/02/2011
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras